domingo, 28 de novembro de 2010

10 Décimos



Poema escrito em  
29 de outubro de 2010
para mais um de meus 
lampejos platônicos.

Quando a vi
Foi como o primeiro dia da minha vida,
Senti-me preso a seus olhos
Como se não houvesse outra saída.

Quando nossos olhares cruzaram
Meu universo parou,
Não havia terra, céu ou dor
Naquele segundo que se passou.

10 décimos de segundo 
Mais intensos que minha vida inteira,
Que quebrou as perspectivas
De minha vida corriqueira.

Durante 10 décimos
Os passaros não cantaram,
As folhas lentamente caíram,
As pessoas ao redor silenciaram,
As simetrias não ruiram,
... E uma leve brisa quente soprou seu rosto.

Cada movimento seu parece poesia viva
Aos olhos de um artista sonhador,
Palavras viram gestos
Enquanto minha cinzas ganham cor.

Quando a vejo
Sinto que nossas almas se beijam
E desejam nosso encontro,
Esperando que estejam
Em paz meus internos recontros.

Mas seus olhares são como flechas de luz
Que perfuram minh'alma de existência,
E pedaços de destino desbotam de mim
Modificando minha essência.

Para um poeta
A espera pode ser mais bela que o encontro
Mesmo assim prefiro arriscar,
Prefiro conhecê-la
A passar minha vida inteira
Tendo mais tempo p'ra sonhar.

Penso tanto em você
Que confundo esse pensar com minha respiração,
Percebi que vivia perdido
Mas agora tenho uma inspiração;
Uma razão para lutar,
Um motivo para viver,
Um objetivo a alcançar:
 - VOCÊ.















6 comentários:

  1. muito lindoooo esse poema parabens !!!muito legal

    ResponderExcluir
  2. lindoooooo poema parabenssss

    ResponderExcluir
  3. Que maravilhosas palavras, recheadas de romantismo, do que se sente quando se está apaixonado!

    Boa Tarde =D

    ResponderExcluir
  4. Amei!

    bjinhos

    Andreia
    _audray_

    ResponderExcluir

Mundo Leitor

É um mundo de palavras
rimadas ou não
pensadas, faladas
escondidas no coração

Mundo que é mágico
faz ser real a imaginação
Mundo que sonhei
E cantei numa canção

Mundo que é capaz
de me tirar daqui
Mundo que me dá paz
Pra dentro de mim posso fugir

Neste mundo me encontro
E as palavras me fazem um favor
Aqui eu sempre viverei
Aqui é o meu Mundo Leitor!


Autora: Dâmaris Góes

Leia também

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...