sexta-feira, 30 de julho de 2010

Doces Devaneios

Em seu devaneio noturno as sombras encobriam seu quarto, nada mais que um pequeno lampejo de luz lunar atravessava o quarto onde estava. Pamella sabia que aquela não era sua casa e muito menos aquele era seu quarto, mas vivenciava o momento.
Então, lentamente uma sombra se projetou em meio ao lampejo de luz, esgueirando-se silenciosamente até a cama onde Pamella tranquilamente permanecia ímovel. Ela não podia se mover, sua boca de labios finos atrativos e pequenina não produziu nenhum som; talvez a presença ali causa-se este impacto.
O toque gélido da criatura em sua pele lhe proporcionou calafrios, subindo pela espinha até chegar a nuca, e logo depois esses mesmos calafrios percorreram todo seu corpo. Apesar do toque frio, o calor a consumiu de imediato, sentia cada parte de seu corpo extremecer sem que obtivesse controle algum sobre nada; tudo aquilo que comentara com amiga semana passada a atormentava.

“Ai amiga que coisa cafona. Virgem?! Que isso!”

Ela agora temia, não sabia o que faria se isso acontecesse. Não sabia se essa era a hora certa, mas la estava ela paralizada, preza entre o desejo que percorria seu corpo e o medo que se opunha a sua mente.
- O que fazer? Quem era aquela criatura? Não seria possivel que isso acontecesse assim, aqui neste quarto bizarro, com alguem que eu nem conheço...
Após uma mordida lacerante e prazerosa em seu busto, as mãos da criatura deslizaram em seu corpo, pelos seus seios até seu pescoço. Ela agora podia senti-lo perto de seu rosto, ofegando em sua orelha. Já não era dona de si e se pegou imaginando cenas libidinosas onde seria sim possuida pela aquela sombra misteriosa e fria que adentrara aquele quarto.
- Dane-se – imaginou.
Todo o seu corpo agora desvencilhou-se, podia então se mover e ela curiosa lançou-se sobre a criatura ficando de joelhos na cama e segurando forte seu pescoço, revelando suas curvas e delineações ainda jovens, mas devidamente atraentes, a garota o beijou sentindo seu hálito de gosto doce que a fez arquear todo seu corpo; ela estava no controle. Ele abraçando-a com firmesa, delicadamente a colocou na cama, beijando-a ternamente tocando o fino tecido quase transparente que a garota usava para dormir.
- Eu a quero! – disse a sombra.
E ela entorpecida pela envolvente cena, acentiu com um um olhar e os dois mergulharam em tamanha escuridão revelando assim que mais uma vez a garota sonhara com aquilo, que mais uma noite aquela criatura povoara seus sonhos , e que esse desejo era incessante todas as vezes.
Ofegante e confusa, ela acordou para a dura e fria realidade.
- Meu Deus! – sussurrou para si mesma ao tocar seu pescoço. Não posso acreditar que não é real, foi tão magico, tão real. Não, por mais que eu queira... foi apenas mais um sonho.


Criado por: Francis Davis (The vampire)
Email: francis_vampire@hotmail.com
Blogs:

10 comentários:

  1. Adorei o conto Francis, Você escreve divinamente, por isso que sou sua fã ^^
    Conto fantastico *-*

    ResponderExcluir
  2. Legal gostei disso ;)

    vou comessar a ler mais aki legal os contos

    ResponderExcluir
  3. ☼.☼ LAST ☼.☼30 de julho de 2010 14:26

    ☼.☼' Own't ficou da'hora... :D Continue assim vuxeeê tem talento..

    Bjoo's ☼.☼ LAST ☼.☼

    ResponderExcluir
  4. Muy bonito tienes un corazón hermoso que llena este blog de tres cosas: amor, verdad y sentimiento.

    Te mando un abrazo con mucho cariño desde Monterrey Mx.

    ResponderExcluir
  5. sexy e misterioso, já esperava um texto assim do Francis... sou fã.

    http://terza-rima.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Epa, tem uma galerinha aqui massa ...
    Monterrey,MX?
    To ficando imortante em ...
    Vlw pelos comentarios em galera...

    ResponderExcluir
  7. caramba sabia que vc escrevia bem
    mas ainda não tinha tido a oportunidade de ler algo..
    gostei pra caramba...
    vc tem akilo que prezo em um bom escritor:o ar de misterio que nos prende ate o fim da leitura


    PARABENS NINO...
    CONTINUE ESCREVENDO



    ANA

    ResponderExcluir
  8. muiito show véio,
    vou ler mais esses contos ... Muito show mesmo!

    ResponderExcluir
  9. Sobre o post do selo:

    Muito agradecida pelo selo!
    Em breve postarei =)

    Bjos.
    Boa Noite!

    ResponderExcluir
  10. Novamente meu posts tem recados para ML, impressionante isso ...
    auahauhauha

    ResponderExcluir

Mundo Leitor

É um mundo de palavras
rimadas ou não
pensadas, faladas
escondidas no coração

Mundo que é mágico
faz ser real a imaginação
Mundo que sonhei
E cantei numa canção

Mundo que é capaz
de me tirar daqui
Mundo que me dá paz
Pra dentro de mim posso fugir

Neste mundo me encontro
E as palavras me fazem um favor
Aqui eu sempre viverei
Aqui é o meu Mundo Leitor!


Autora: Dâmaris Góes

Leia também

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...